15 outubro 2014

Intercasa 2014



No passado domingo terminou mais uma edição da Intercasa 2014 | LXD - Lisboa Design Show | Vintage Festival | SIL - Salão Imobiliário de Lisboa, na FIL. O ano passado não pude ir, mas este ano, como as minhas bebés já estão um pouco mais crescidas, deixei-as com a avó e a tia e lá fui eu com uma amiga ver as novidades da decoração de interiores em Portugal.

Estava eu toda contente por conseguir ir este ano à Intercasa, por voltar aos poucos a ter uma vida "normal", quando chego ao pavilhão da Intercasa... passo os vários stands da Intercasa... e saio da Intercasa... e tive a clara noção de que, afinal, no ano passado não devo ter perdido assim tanto. Aliás, o que realmente constatei foi que, em dois anos, poucas novidades houveram. E isto é triste porque as tendências da moda mudam todos os anos, o que também influencia as tendências ao nível da decoração, e no entanto ali não se vê nada disso.

A última vez que fui à Intercasa, viam-se muitos móveis lacados e muito, muito brilho nos acessórios e elementos decorativos - este ano continuavam estas "tendências" mas, quanto a mim, de uma forma exagerada. Eu até gosto de um ou outro apontamento de brilho numa decoração, dependendo do contexto e do tema do projeto, mas aquilo era realmente demais.

A minha amiga, não tendo nada a ver com decoração, estava à espera duma coisa diferente, como nunca tinha ido à Intercasa e ia comigo a uma feira da especialidade... E dizia ela "mas que decorações são estas? isto é que é a feira de decoração??", que deve ser o que a maioria das pessoas pensa quando sai dali... Mas o que eu lhe disse é que, sim ali devíamos ter as últimas tendências na área, mas a realidade é bem diferente... Estamos em Portugal, não há a preocupação de criar um stand que, além de incluir o melhor exemplo do trabalho que fazem (em termos dos fabricantes e lojas de móveis), também tenha um projeto de decoração por trás. Isso tornaria os stands e a feira muito mais interessantes, mas eles não fazem isso, não têm um conceito, limitam-se a levar o que têm e usam as colchas, almofadas e afins que têm da última feira... Por isso é que é sempre tudo "mais do mesmo". Basta pensar: quando as marcas de móveis nos dizem que prestam serviços de decoração, o erro começa logo aí; eles não fazem projetos, eles não são designers de interiores nem decoradores, são vendedores, fabricantes e quando muito designers de móveis (os que têm design e fabrico próprio). Não misturem as coisas... Esta é a minha opinião, não sei se certa ou errada, mas é a minha.

Mas não estou a dizer que é tudo mau. É claro que em toda aquela parafernália de móveis há peças interessantes, podemos não gostar duma mobília inteira da exposição de uma loja e no entanto haver um elemento apenas que nos agrade, por exemplo. Além disso, uma coisa que gosto sempre de ver em feiras deste tipo e mesmo em lojas de mobiliário é a funcionalidade dos móveis (o sistema de abertura das portas e gavetas, as arrumações, etc.) para tirar ideias.

O melhor destas feiras é mesmo para quem ande à procura e queira comprar: no mesmo sítio vê móveis de várias lojas e se escolher e comprar logo ali pode conseguir um desconto no preço final. Para pessoas como eu, que adoro decoração de interiores e o que quero mesmo é ver novidades e tendências, o ideal seria ir a uma Maison & Objet, em Paris, ou a um Salão Internacional do Móvel, em Milão! :) Enquanto não posso, limito-me a tirar e a aproveitar pequenas ideias por cá.

O que "salvou" esta ida à FIL foi mesmo o pavilhão do LXD. Aí sim, conhecemos projetos inovadores, ideias giras, tudo made in Portugal! É bom saber que se fazem coisas tão interessantes no nosso país e melhor ainda é ter oportunidade de ver essas coisas de perto e conhecer as pessoas que estão por trás dessas ideias e projetos!

Hoje já não consigo, que o meu dia já conta com muitas horas, mas amanhã vou tentar voltar aqui para partilhar convosco alguns nomes de projetos e empresas que despertaram a minha atenção no LXD.

Até lá, fiquem bem.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por visitar o blog! Deixe um comentário, é importante para mim saber a sua opinião :) :)