17 março 2016

Três anos com a casa ainda mais cheia de amor!


Três anos... amanhã as princesas fazem três anos - como é possível o tempo passar tão rápido?? Não sei como, mas passou e passa e voa, veloz, e nós tentamos acompanhar o melhor que podemos, mas fica sempre a sensação de que elas crescem muito depressa e de que tanto nos vai escapando por entre os dedos... Cada vez mais crescidas, a tornarem-se aos poucos mais independentes, com uma inteligência e capacidade de raciocínio que nos surpreende a cada dia, serão sempre as nossas bebés mas de bebés já pouco ou nada têm, na realidade. Bonitas, meigas e educadas (quando não lhes dá para as birras e para serem "tortinhas", coisas naturais da idade mas que quando acontecem nos parecem tudo menos normais!), estas miúdas derretem-me o coração e enchem-me de orgulho. Cada vez mais apaixonada por elas, apetece-me abraçá-las e ficar assim durante muito tempo, mas as marotas já começam a esquivar-se do colo e dos abracinhos da mãe, "deixa-me mamã, larga-me"... Por sorte, os beijinhos elas continuam a aceitar de boa vontade, não se cansam e - a cereja no topo do bolo!! - também me dão muitos, umas vezes porque peço, outras só porque sim, porque também lhes apetece :) :)

E porque tudo passa tão rápido e algumas coisas acabam por cair no esquecimento, hoje registo aqui mais uns tesourinhos para mais tarde recordar, coisas que elas foram dizendo nos últimos tempos e das quais ainda me lembro. Porque a baba é muita e há todos os dias, mas amanhã é um dia especial e não vou ter tempo de escrever e nos dias seguintes poderei já não me lembrar destas pérolas! ;)

...

Mostrei-lhes uma foto minha tirada no dia do Chá de Bebé delas em que estava com a barriga destapada (e pintada!). Ao ver o meu umbigo saliente, a H perguntou se aquilo era um borboto, "é um boboto mamã?"

...

Numa noite de sábado em que estava sozinha com elas, quando lhes estava a vestir os pijamas para dormirem, a B diz com um ar muito entediado "hoje o dia foi interessante", mas não tendo saído de casa o dia inteiro nem feito nada de especial, acho que ela estava a tentar dizer precisamente o contrário...

...

As duas têm já uma noção muito boa dos graus de parentesco, não se confundem nada com qual das avós é a mãe do pai e da mãe, por exemplo, e às vezes até complicam as conversas de tal forma que parecem jogos de adivinhas! Esta foi com a H, mas temos disto com as duas quase todos os dias: "ó mãe da nossa mãe, tu achas muita graça à tua filha", "porque dizes isso?" pergunta a minha mãe, ao que a pequena responde "ela faz-te rir".

...

E com quase três anos percebemos que temos em casa duas miúdas responsáveis, preocupadas com o que se passa à sua volta. A B num dia de chuva alertou-me enquanto eu conduzia, "mãe, cuidado que a estrada está escorregadia" e num outro dia foi a H que achou por bem avisar a mãe "cuidado, os outros carros podem chocar connosco!". Se estão a ler isto, calma, nada temam! Não sou assim tão má condutora como as minhas filhas fazem parecer...!

...

E para terminar, a B já sabe assobiar! Começou a treinar depois de ver um episódio da Peppa Pig em que a porquinha aprendia a assobiar e não é que também aprendeu?


Sigam o E assim sou (mais) feliz! no Facebook e no Bloglovin'

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por visitar o blog! Deixe um comentário, é importante para mim saber a sua opinião :) :)